Skip to content

Atena, a Mulher

09/03/2009

athenat2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

E já que ontem se assinalou o Dia Internacional da Mulher ( que, embora não devesse ter que existir, o que é certo é que por enquanto sempre vai servindo para lembrar que ainda há muita desigualdade e exploração por esse mundo) aqui vai uma curiosidade,  que faz pensar como esta questão é tão remota como o tempo…

Segundo consta na mitologia grega Atena (a Minerva romana) era a deusa da sabedoria, do ofício, da inteligência e da guerra justa, a deusa mais poderosa, que ensinou aos homens praticamente todas as actividades, como a caça, a pesca, o uso de arco-e-flecha, costurar (algo que ela fazia como ninguém),dançar, e, como havia saído da mente de Zeus, seu pai, a sua marca é a inteligência.

Vocacionada para a guerra desde o nascimento, distinguia-se, contudo, da belicosidade sangrenta de Ares . Atena era uma estrategista por excelência. Sábia e prudente, era acérrima defensora de nobres ideais como a justiça, a paz e a ordem. Ao contrário de Ares, amante da força bruta, apreciava a luta racional e os golpes executados com sabedoria e inteligência.

Vários templos lhe foram consagrados, porém, o maior e mais conhecido foi o Partenon, palavra que em grego significa virgem, e localizado na Acrópole.

Na guerra entre gregos e troianos aliou-se aos primeiros, já que estes lutavam em defesa da fidelidade e da honra, idéias nobres com os quais a deusa prontamente se identificava.

Atena deixou inúmeros legados à humanidade. Ensinou os homens a arte de fiar e bordar e a arte de domar cavalos. Criou a flauta e inventou o leme para evitar que os barcos se perdessem ao sabor das ondas. Introduziu na Ática a oliveira e inventou os instrumentos agrícolas. No ramo das actividades guerreiras, inventou a quadriga, o carro de guerra e dirigiu a construção do navio Argo.

Deusa da justiça e da razão, era muitas vezes chamada a aconselhar os deuses. Protectora dos valentes e corajosos, guiava também as atividades práticas do dia a dia o que fez com que ganhasse o título de obreira. ver mais

Com todos estes atributos superiores Atena deveria ter-se tornado a nova rainha do Olimpo, mas como era mulher, Zeus permaneceu no poder…

Os gregos antigos não concebiam que uma grande virtude pudesse ser atribuída a uma mulher. Foi este o facto que deu origem à lenda do seu próprio nascimento.  Pois o surgimento de uma deusa sábia e guerreira não se poderia  dar pelo ventre materno…:

Métis, personificação da prudência, ia dar à luz um filho de Zeus. Ao consultar o Oráculo de Gaia, o deus soube que em seguida viria um filho que lhe tiraria o trono, assim como Zeus fizera a seu pai, Cronos. Temeroso, Zeus engoliu Métis, assegurando seu reinado.
Dias depois, sentindo uma dor lancinante na cabeça, chamou Hefestos. Este, que era o ferreiro divino, golpeou o crânio do pai com seu machado e viu surgir uma mulher adulta, já vestida com uma armadura e um elmo de ouro e portando um escudo e uma lança nas mãos. Era Atena, nova encarnação da sabedoria divina, deusa da justiça, que completara seu crescimento e nascera da cabeça do pai.

As qualidades masculinas de Atena também não seriam aceites se a deusa fosse leviana e libertina como as outras imortais olímpicas. Para ganhar e manter o respeito de guerreiros e povos inteiros, manteve-se virgem, num pudor avassalador que chegou a causar desgraças.    ver mais                                                                                                                              

Ao que tudo indica, permaneceu virgem durante toda a sua história, tendo pedido aos Deuses Olímpicos para não se apaixonar, porque se ela tivesse filhos, teria de abandonar as guerras pela justiça e viver uma vida doméstica.

Enfim, até a mitologia relegava para a mulher um papel secundário, e quando pretendeu exaltar uma figura feminina atribuíu-lhe características “masculinas” e retirou-lhe a possibilidade de se afirmar como mulher na sua plenitude, pois só assim seria credível e venceria no Olimpo dos deuses maiores.

Será que o nosso mundo actual já é completamente diferente?…

2 comentários leave one →
  1. 09/03/2009 17:16

    Marialynce, o mundo atual não é diferente, as atitudes positivas das mulheres são consideradas masculinas, ou quando uma mullher se destaca em uma atividade, procura-se saber quem foi o homem que a ajudou…
    Muito legal este teu post sobre Atena, é a minha deusa preferida entre as divindades gregas.
    Beijos e uma boa semana para você.

  2. 09/03/2009 22:51

    O mundo não é mesmo muito diferente… e já lá vai um tempinho…
    Boa semana também !Beijos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: