Skip to content

A Sul…as Falésias, ásperas, intratáveis mas belas

04/12/2008

 

Um percurso pela melancolia do outono no Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina…

parque natural do sudueste alentejano

Do Algarve interior a caminho do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

praia da Arrifana

A agreste costa vicentina de altas falésias e extensos areais, como a praia da Arrifana. Perigosas, ásperas e intratáveis as falésias são, no entanto, e talvez por isso mesmo, belas.

Arrifana

 

Arrifana

 

Arrifana

 

Arrifana

 

Odeceixe

 Caminhando para norte segue-se Odeceixe, onde a ribeira homónima marca a fronteira entre Alentejo e Algarve. Na praia ergue-se um aglomerado de casas, descendo para o areal ao longo da encosta.

Odeceixe

 

Odeceixe

 

Odeceixe

 

dscf0779

Prosseguindo para norte, e depois da Zambujeira do Mar, ergue-se o farol do cabo Sardão, construído em 1915 no alto da arriba que prolonga a Costa Vicentina pelo mar adentro. Na paisagem magnífica sobressai o contraste das falésias negras com um mar revolto, nem sempre azul.

Cabo Sardão

A falésia mostra vestígios das convulsões geológicas que há milhares de anos sacudiram a Terra. No recife mais a norte é possível ver os xistos mais inclinados cerca de 60 graus para nordeste, enquanto do outro lado estão praticamente horizontais, para logo a seguir, a sul, se apresentarem em camadas verticais. Mas, independentemente do valor deste sítio enquanto lição viva de geologia, é um dos locais mais fascinantes do Sudoeste Alentejano, com uma calma e uma tranquilidade que o tornam verdadeiramente único.

cabo Sardão

 

Cabo Sardão

Este post é a minha participação na colectiva POST IN PROGRESS , organizada pelo blog Varal de Ideias, sob o tema “Áspero, Intratável, Belo”.

4 comentários leave one →
  1. 04/12/2008 08:37

    Magnifico, realmente! E as cidades costeiras nesta época do ano tem um charme especial, sem o calor e os turistas parece que a natureza se exprime sem maquilagem, em toda sua asperidade e beleza.
    As fotos estão lindíssimas, que cores!
    Um grande beijo.

  2. 05/12/2008 11:07

    Passei um ano inteiro nessa zona ( Aljezur, mais especificamente ), há 10 anos atrás. Foi, ao ver essas fotos, um bom momento nostálgico.

  3. 07/12/2008 14:57

    Que férias!……….. por ali se fizeram, noutros tempos. O monte da TiaMaria. o Café Fresco e aquela gente doida que por lá trabalhava (que nem parecia estarem a trabalhar) e a praia de Odeceixe ao fim do dia. O Tempo parava naquela altura. Os melhores cumprimentos.

  4. Eurides dos Santos permalink
    26/05/2011 23:34

    Qual o tipo de vegetação que aparece nas fotos acima?

    Abs,

    Eurides

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: