Skip to content

Polia na Quinta da Regaleira

04/06/2008

Referiu José Manuel Anes em “Os Jardins Iniciáticos da Quinta da Regaleira” (ésquilo, 2005) :”A Quinta da Regaleira apresenta uma característica notável que é a síntese harmoniosa entre o Cristianismo e o Paganismo. (…) Esse conjunto é, de facto, um percurso iniciático de descida e ascensão, de “morte e renascimento”, inspirado pelas antigas religiões de mistérios (egípcios, médio-orientais, gregos, entre outros) e pela literatura clássica (da Eneida de Virgílio à Divina Comédia de Dante) (…). (…) e também a possível influência do Sonho de Polifilo de Colonna (…).

No chamado Patamar dos Deuses, encontram-se dispostas várias estátuas da mitologia clássica, das quais a mais próxima do palácio é a de Mercúrio ou Hermes, alusão aos percursos iniciáticos e aos mistérios em geral. Depois as de Vulcano, Dioniso, Pã, Flora, Vénus, Orfeu e Fortuna.

A história da Hypnerotomachia decorre como um épico, um épico pagão. Tudo se passa num mundo irreal, habitado por deuses, deusas, ninfas e semi-deuses da antiguidade, no meio das ruínas desse mesmo mundo. Polia desperta em Poliphilo o amor pela Antiguidade, e este perde-se nesse deleite. Pelo meio da demanda acontecem vestígios de rituais da Roma antiga misturados com os ritos de casamento e citações da liturgia católica. Polia e Poliphilo até comem o fruto da árvore, aludindo a Adão e Eva.

 

 

2 comentários leave one →
  1. silvestre permalink
    25/11/2008 17:40

    Esse magnifico manifesto do humanismo renascentista foi também instrumento pedagógico, fonte de memória para uma sociedade secreta oitocentista chamada société angelique que teve Jules Verne como membro (…aquela “viagem ao centro da terra” tem muito que se lhe diga). Curioso é que no ano 2000, um realizador do cinema françês chamado Raoul Ruiz, ter realizado um filme na Quinta da Regaleira chamado ” Un Combat d’Amour en Songe”, adaptação ao espaço fisico da Regaleira dA Hypnerotomachia. Curioso estou eu acerca deste blog, de tanta imbecilidade que já li na net sobre a Regaleira voçê acerta na mouche.

  2. 27/11/2008 21:44

    Obrigado pelas suas palavras.
    A Hypnerotomachia fascinou-me assim que entrevi a sua história e as suas maravilhosas e sugestivas gravuras. Entretanto tenho verificado que teve uma grande influência em certos círculos de conhecimento, chegando a determinar uma tradição ao nível da arte dos jardins, da arquitectura e da iconografia. E a Regaleira é um bom exemplo, no panorama nacional. Contudo ainda sei muito pouco! Naturalmente, tenho intenção de continuar a abordar próximamente as histórias da Regaleira e da aventura de Poliphilo.Haja tempo e oportunidade!
    Fiquei bastante curiosa acerca do filme que referiu pois não conheço.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: